Sem Fru-Frus nem gaitinhas o mesmo será dizer que se lixe o «politicamente correcto»... Let the show go on!!!!

19
Mai 09

 

 

Sou uma refilona-exigente e assumida!
 
Tenho uma exigência particular com uma coisa (ok com várias coisas).
 
Uma delas chama-se «Petit-Gateaux»…o bolinho que tenho na foto deste post.
 
Este bolinho que por acaso aqui esta menina também sabe fazer, tem uma peculiaridade (para mim) quando chega a parte de o saborearmos, que é o imenso deleite a que me dou e que se traduz em diversas formas de prazer:
 
  • A  primeira é o prazer de recebermos o bolinho inteiro no nosso prato com uma ou duas bolas de gelado de nata salpicado de canela,
  • Depois o prazer de com um garfo cortar o bolinho paulatinamente, serenamente e docemente para não o desmanchar;
  • Seguidamente contemplar o chocolate quente a fluir até ao preciso momento que circunda a bola de gelado ,
  • e então o culminar da satisfação com os olhinhos a brilhar esta Princesa apanha gulosamente o gelado fundido com chocolate quente e um pouco do bolinho e levo-o à boca …é simplesmente…
  «ORGÁSMICO»!!!!
 
Bem depois de vos descrever a minha relação com o «Petit Gateaux» julgo que perceberão a minha reacção num dos muitos jantares numa pizzaria que fica nas redondezas do meu palácio e que por acaso serve esta pequena delicia.
 
Num desses jantares pedi 1 «petit gateaux» à empregada uma rapariga nova, daquelas que não são nem pouco, nem muito simpáticas, nem pouco, nem muito eficientes e nem pouco, nem muito inteligentes…do tipo que dá para sobreviver prazenteiramente a um jantar.
 
O jantar tinha corrido bem até ao momento…com os nem muito…nem pouco… da moça e estava confiante que sairia dali incólume.
 
Passado uma boa meia-hora (o que já me estava a fazer umas borbulhinhas de irritação na barriga, que sim a minha irritação é crescente e começa com uma sensação na barriga…coisas de Princesa), lá vejo a moça a vir com o pratinho na mão e supus eu que trazia o meu «petit-gateaux», até do nome do bolinho gosto, faz-nos fazer aquela boquinha sensual dos franceses…mas adiante que o tema é outro.
 
A moça tal como previsto aproxima-se da mesa e pousa o «petit-gateaux» e que vejo eu???!!!! O meu bolinho que me faz fazer boquinha sensual quando o pronuncio, tinha sido adulterado, corrompido, denegrido…aquilo não era um «petit-gateaux»!!! Aquilo era uma massa disforme de um bolo espapaçado…ao lado de duas bolas de gelado! Depois do choque inicial antes que a «moça-que-não-era-pouco-nem-muito» se afastasse e contendo a irritação perguntei:
 
-Acha que isto é sobremesa que se apresente a uma Princesa (cliente)?
 
A «moça-que-não-era-pouco-nem-muito», e que vim a descobrir que afinal até havia ali muito de qualquer coisa…torceu o narizito, apontou o nariz para o teto e respondeu:
 
-Ora isso na barriga também se mistura tudo!!!!
 
Entornou-se o caldo, tive que saltar para as xanatas (eu uma Princesa), colocar a mão na cintura e explicar à «moça-que-afinal-era-pouco-inteligente», que se eu quisesse comer mousse de chocolate, mandava pedir mousse, que queria lá saber das misturas que ela fazia na barriga ou boca e que eu queria era o meu «petit-gateaux» direitinho no meu prato!!!
 
E tive…o meu petit-gateaux lindo e bonito no meu prato !
 
Agora não percebo porque razão sempre que eu depois deste pequeno precalço peço um  «petit gateaux» e especialmente sempre que estou com a companhia que tinha nessa noite fatídica, quase que levo caneladas debaixo da mesa e começa tudo a segredar em uníssono «Princesa se vier esborrachado nós comemos» !!!!
 
Pfffff há gente que gosta mesmo de ser mal servida...
 
 
@ Uma boa semana da parte da PrincesaVirtual

 

publicado por PrincesaVirtual às 18:40

06
Mai 09

 

 

 

Hoje fui à feira do livro…sendo que estava um calor infernal. Mas já tinha decidido que parte da minha hora de almoço seria a «cirandar» (gosto desta palavra) pelos livros e como tal heroicamente enfrentei o calor.
E consegui dar meia-volta à feira, a outra meia volta guardo para outro dia, que corria o risco de desfalecer e não ficaria de todo bem uma Princesa desfalecer assim no meio do parque Eduardo VII. Sendo que os príncipes (aqueles que salvam as Princesas de apuros) àquela hora eram escassos e via-se mais tipo «Ogres»….
Bom, mas adiante o que eu queria mesmo partilhar convosco era um livrinho que me decidi comprar para a minha Princesinha.
O titulo é «Tudo o que sempre quiseste saber sobre o período», o titulo pareceu-me sugestivo, a capa colorida  e atractiva com uma boneca aos saltos muito contente.
Quando cheguei ao escritório comecei a passar as páginas e a ler as gordas. Passo a transcrever alguns trechos, que me merecem alguns comentários:
 
…« Por vezes apetece-me gritar. Só tenho vontade de me trancar no quarto, sinto-me horrivelmente mal e detesto tudo e todos.»…  PV : Hãnnnn???!!! Então agora ter o período vais justificar estas palermices de teenager????
 
«Toda a família sabe que a mãe vai ter o período quando ela começa a andar irritada …» PV: Isto também não é assim!!!. Toda a família sabe, os colegas do trabalho, o senhor onde bebo café, o motorista do autocarro, a D . C (a minha empregada doméstica) e qualquer transeunte mais incauto que se atravesse no meu caminho!!!!! …
 
«Nunca esquecerei o meu 1º encontro. Fomos ao cinema e… já perceberam…veio-me o período. Corri para a casa de banho, lavei as minhas cuecas e tentei secá-las. Claro que depois, não tinha moedas para tirar um penso da máquina e vi-me obrigada a ir pedi-las ao Steve. Ele foi bestial, o que nos aproximou ainda mais. Claro que continuamos a sair juntos.» PV :Hãnnn??? Hãnnn??? Sim, estou mesmo a ver as teens todas a lavarem cuecas nas casa de banho e depois a pedirem dinheiro ao seu «date» para um penso higiénico da máquina, assim como quem diz olha tens uma moeda para tirar uma coca-cola da máquina??? … Claro que aquele seria um momento romântico!!!!…Vou ter que riscar esta parte…os homens são uns palermas a vida toda com este tipo de coisas ,mas na fase teenager…valha-me deus qualquer situação desta seria o mesmo que a rapariga colocar um carimbo na testa de tó-tó!!! Vamos tornar isto numa coisa simples, mas também não é preciso exagerar!
 
«o meu pai ficou realmente contrariado quando comecei a ter o período, porque sentiu que eu já não era uma criança e podia-me entusiasmar-me e ficar grávida»…PV: Sim estou a ver, pelo que me lembro dos tempos longínquos, quando me apareceu o período o meu pai não me pareceu nada contrariado. Foi a minha mãe que contou ao meu pai. No outro dia quando almoçávamos o meu pai disse «Princesa, come muitas folhas de alface que isso faz-te muito bem» e tinha um sorriso de orelha a orelha, lembro-me que enquanto morria de vergonha e ficava vermelha da cabeça aos pés, pensei se o meu pai achava que pelo facto de me ter aparecido o período isso fazia de mim alguma coelha!!!!
 
 
«quando dizia que chegava à meia noite, chegava à meia-noite; quando dizia que chegava à uma, chegava à uma, e assim sucessivamente. Uma noite perguntaram-me a que horas chegava e disse que chegava às quatro. PV:E eles disseram que estava bem!» Ahhhh sim … claro…mas isso para ai aos 30 e tal anos não??? !!!! (esta parte não me agrada nada que a Princesinha Leia…vai levar com corrector também!!)
 
Depois vem o capitulo das sensações sexuais e da masturbação … PV: Aqui só me resta um comentário, vou ter que me preparar para as perguntas!!! Já estou a ver as «teens» de livro aberto a seguir as instruções…que raio isto não era qualquer coisa que descobríamos sozinhas, sem manuais de instrução???!!!
 
Depois vem o capítulo conhecer os rapazes… blá blá e a páginas tantas aparece isto:
 
…é frequente uma rapariga ter o seu primeiro fraquinho por uma outra rapariga, especialmente se andar numa escola só de raparigas e conhecer poucos rapazes… PV:Quêeeeeeeeeee????!!! Alto e pára o baile que eu andei durante muitos anos num colégio só de meninas….e antes morrer seca e chupadinha a olhar para uma outra rapariga!!! .
 
… apesar da igualdade entre homens e mulheres, continua a ser um facto que, na generalidade, é o rapaz quem convida a rapariga para sair e é ela quem decide… PV:Gostei da parte é ela quem decide !!!
 
 … dar um linguado é deixar que a língua do namorado entre na nossa boca, ou vice-versa…sobre isto não há regras..» PV: Bonito! E agora onde fica as minhas advertências sobre micróbios e porcarias que se pega com os beijos com «cuspe»????!!!
 
Capitulo do sexo… PV:quanto a este capitulo nada tenho a acrescentar parece-me muito bem
 
«sexualidade tem uma força poderosíssima e muito embora possas considerar que são suficientemente adultos para a controlarem, até mesmo as pessoas adultas e com mais experiência descobrem que podem ser ultrapassadas pela força destas emoções…
 
«deves insistir sempre com ele em que usar preservativo como forma de se protegerem contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo vírus da SIDA. Se ele não o usar manda-o dar uma VOLTA»…
 
Nota Mental nº 1 da PrincesaVirtual : Ler melhor o livro antes de entregar à Princesinha e utilizar corrector sem medo e sempre que necessário…
 
Nota Mental nº 2 da PrincesaVirtual : Procurar um livro sobre dicas para mães de pseudo-teenagers e teenagers
 
Uma boa semana para todos da vossa @PrincesaVirtual
 
 
publicado por PrincesaVirtual às 15:51
sinto-me:

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Mais Musica
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Os Fru-Frus que tocam...
Quem está agora a ver os Fru-Frus...
blogs SAPO