Sem Fru-Frus nem gaitinhas o mesmo será dizer que se lixe o «politicamente correcto»... Let the show go on!!!!

02
Ago 09

...Vou-me.... Fériasssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

 

Volto daqui a 3 semanitas....

 

 

Umas boas férias para todos....

publicado por PrincesaVirtual às 21:34

28
Jul 09

Há coisas interessantes, aproximadamente 200 dançarinos surgiram inesperadamente na «Central station Antwerp» (Bélgica), dançando «The sound of music - Dó Ré Mi», enquanto que quem por ali passava abria a boca de espanto e «sorria com os olhos» ...

 

 

 

 

 

#Registo do final do dia:

Por falar em «sorrir com os olhos»,há pouco quando regressava a casa depois de jantar,aproveitando os ultimos raios de sol, cruzei-me com uma senhora, uma desconhecida que ia no sentido contrário ao meu. Uma mulher linda. Uma senhora já curvada com o peso da idade. Tinha uns cabelos prateados, ligeiramente ondulados que emoldurava uma cara bonita com uns olhos azuis cor do céu. Uma cara enrugada da idade e uns olhos que sorriram quando me deram um boa tarde...Gosto de «sorrisos nos olhares»...gosto mesmo...

 

Uma boa semana para todos :)

 

publicado por PrincesaVirtual às 22:08
sinto-me:

19
Jul 09

A. (uma colega de trabalho conhecida de há mais de 1 década)  - Olá Princesa,  bom dia...

 

Princesa- Olá A., ena já não te via há uns tempinhos, isto de estarmos a trabalhar num andar diferente tem destas coisas...

 

A. - Ahhhh sim sabes...

 

Princesa - Isto às vezes é incrivel, tu já viste há pessoas com quem nos damos imenso e que por causa de 1 andar de diferença deixamos de ver durante 1 dia ou dois...

 

A. - Sim é verdade, mas sabes é que...

 

Princesa - Tu sabes que no outro dia vim aqui beber um café com o Z. e ele comentava isso que havia pessoas que já não via há semanas e que o pior é que nem se lembrava quando fora o ultimo dia que estivera com elas...pessoas que ele conhece desde sempre e que também mudaram de andar...tipo passarm do 3ª para o 2º Andar...

 

A. - É... isso de facto acontece, mas no meu caso...

 

Princesa - Confesso que isso me faz muita confusão...caramba eu tento todas as semanas pelo menos ver as pessoas com quem mais me dava. Não vai ser a diferença de 1 andar que me vai afastar delas!!! Olha como nós as duas, se bem que a ultima semana tem sido complicada e por isso não me lembro de te ter visto nos ultimos dias...

 

A. - Sim claro, entendo ... mas sabes é que nem sempre as coisas são simples...

 

Princesa - A sensação que me dá é que parece que a importância de cada um é relativa, que as amizades são assim voláteis...como se cada um de nós não fizesse qualquer diferença... Bem, já acabei o meu cafézinho tenho que ir, tenho uma reunião daqui a 10 minutos...

 

A. - Ahhh ok ...eu também tenho que ir.

 

Princesa - A ver se nos vamos encontrando nem que seja para um cafézinho...

 

A. - Ahhh sim não devo volta para o cliente ZXY a não ser que me precisem de mim novamente...

 

Princesa - Ahhh tens estado a trabalhar lá na ultima semana???!!! Por isso não te tenho visto...

 

A. - Não...estive lá no ultimo ano e meio, era isto que te tentei dizer desde o inicio da nossa conversa...

 

.....

 

Gaguejei, avermelhei...e sai dali a pensar Princesa, Princesa...tu aprende a estar caladinha! Tem em mente o velho ditado «Pela boca morre o peixe!!!»

publicado por PrincesaVirtual às 21:36
sinto-me:

15
Jul 09

 

Agora está tudo chocado…xiiii a Princesa passou-se!
 
Ou então começa a germinar nas cabecinhas de alguns «…ena …ena é hoje que vamos ter um «post» hot hot hot…».
 
Mas não! Wrong…Wrong…
 
Primeiro terei que elucidar quem me lê, sobre o termo «Lambe cús».
 
Pessoas-lambe-cús são:
 
-Pessoas amorfas;
-Pessoas que não são, nem deixam de ser
-Pessoas com ideias, mas sem ideias
-Pessoas nem feias, nem bonitas
-Pessoas nem boas e na maioria das vezes más
-Pessoas nem cheias e na maioria das vezes vazias
-Pessoas opacas e baças
-Pessoas com uma vidazinha miserável ou sem vida etc etc etc
 
Ahhhh e há as «Pessoas na Horizontal» que também joga muito bem com o conceito «Lambe Cú», mas isso fica para outra altura.
 
Respondendo à minha pergunta se eu fosse uma «lambe cú», associada a uma «pessoa na horizontal», eventualmente hoje seria dona de um império, ou seria uma accionista de um grande grupo aguardando que me chovessem dividendos enquanto fazia uma massagem de pedras quentes num «spa» qualquer por esse mundo fora…ou…ou…
 
Mas na verdade não sou uma «lambe cú»,,, sou apenas uma pessoa com fortes convicções do certo e do errado, do justo e do injusto, da nobreza de algumas acções, da
ética e de posturas perante a vida transparente e frontais…e acima de tudo «verticalissima»…claramente sou um logro como pessoa «lambe cú»!!!!
 
Mas acima de tudo sou convictamente feliz assim…
 
 
** Por favor onde se lê Pessoa-Lambe-cú», corrigir para Coisinha-Lambe-Cú
 
 

 

publicado por PrincesaVirtual às 14:49
sinto-me:

01
Jul 09

Sou vaidosa. Mas acho que não sou exageradamente vaidosa, sou uma «vaidosa - q.b.».
Há coisas materiais que me provocam felicidade e alimentam também este «vaidosa-q.b.», mas que de todo fazem de mim uma grande vaidosa ou materialista (isto soou a pescadinha de rabo na boca).
São pequenas coisas que conseguem geralmente afastar as nuvens negras do dia-a-dia, aquelas nuvens que não sendo densas, deixam-nos muitas vezes um docinho amargo na boca e aquela disposição de cão.
 
Um anel… acho que está no topo dessas coisas, adoro anéis originais, daqueles que fazem as pessoas perguntarem «Princesa tens a certeza que gostas disso???», mas que irremediavelmente não passam despercebidos aos olhos de ninguém. É uma chatice porque os anéis originais/diferentes são caríssimos e andamos em contenção de custos e protecção do tesouro real.
 
Gosto de malas! Ok na verdade adoro malas, também gosto de óculos de sol…e gosto de sapatos… e mais umas coisinhas etc e tal…mas não quero maçar ninguém com os meus «gostos».
 
Isto para vos contar que no outro dia passei por uma montra e vi umas sandálias, não tinham nada de especial, pretas, salto alto (10,5 cm) … fiquei a pensar nelas, mas não comprei.
 
O que é certo é que passados uns dias estando eu em casa a «sofázar» (acto de me esticar lânguidamente no sofá) e assim um pouco com «disposição-de-cão», quando vejo as sandálias a desfilar à minha frente…
 
Pensei:   Elá, isto é uma premonição! Princesa levanta esse teu rabinho real do sofá e vai  à loja buscar as sandalinhas!
 
E lá estavam elas à minha espera. O meu estado «disposição-de-cão» foi-se assim num ápice num estou-e-agora-já-não-estou…
 
Bom, o que é certo é que no dia seguinte está claro que as calcei e lá fui eu altíssima para o meu emprego, com algumas notas mentais, tal como colocar-me ao lado do meu colega de 1, 90 m ( e tal)…para o olhar de uma nova perspectiva.
 
No trabalho todos deram pela mudança, não sendo eu uma mulher baixa, com mais 10,5cm de altura, claramente foi notória também a mudança de perspectiva para quem me olhava.
 
Entre muitas brincadeiras, gozos, expressões de incredulidade de algumas colegas que não passam de saltos de 2,5cm, sobre como me iria equilibrar nos sapatos… o que é certo é que as minhas «sandalinhas» foram comentadas e apreciadas. E está claro que a secção do meu ego-da-vaidade foi assim gulosamente alimentada.
 
Chegou a hora de almoço e lá saímos o grupo usual dos almoços.
 
Eu no topo dos meus saltos de 10,5cm comportava-me como uma Princesa…e lá ia prepotentemente, glamourosamente, vaidosamente e fantasticamente equilibrada nas minhas sandálias. A corroborar perante as minhas colegas como era fácil andar em cima daqueles saltos (e na verdade não era complicado, são até bastante confortáveis).
 
Esse foi precisamente o meu erro esqueci-me de avaliar o meio envolvente e não avaliei os riscos. Basicamente esqueci-me do piso e que andar na nossa calçada portuguesa não é de todo o mesmo que passear pelas ruas de Manhattan (só depois de palmilhar aquelas ruas percebi como raio as fulanas da série do sexo e cidade se equilibravam tão bem nos saltinhos …)
 
Assim a meio do percurso, ainda com um sorriso nos lábios a perspectivar o sucesso das minhas «sandalinhas», dou comigo a enfiar um dos pés num dos buracos da nossa calçada portuguesa. Lembro-me de gesticular no ar num gesto desesperado de encontrar um braço, uma mão, um ombro amigo e depois no ultimo segundo de desespero antevendo a queda, a tentar encontrar qualquer coisinha consistente que me permitisse evitá-la…mas foi em vão! Os 10,5 cm de saltos cederam e dei comigo de gatas no chão!
 
Ora, trabalhando no centro de Lisboa, sendo aquela a hora de almoço de milhares de pessoas, digamos que a situação só por si já seria constrangedora. Mas o pior para além dos milhares de pessoas que por ali passavam e que me viram de gatas, foi as interessantes trocas de frases que ocorreram por parte dos meus colegas enquanto ainda me encontrava de gatas:
 
- Então pá atiras-te assim para o chão??!!! (colega-gajo)
 
-Magoaste-te Princesa, deixa-me ajudar-te???!!! (colega-gaja-amiga)
 
-Ainda bem que te sabes equilibrar nos andarilhos ahahaha (colega-gaja-amiga-invejosa-que-só-usa-sabrinas)
 
-Já há muito que não te espalhavas hemmm??? (colega-gaja-amiga-a-que-já-me-viu-espalhar-montes-de-vezes)
 
-ÓOO Princesa então não conheces aquela, ajoelhou…(vários-colegas-gajos-amigos-aparvalhados-interrompidos-a-tempo-por-um-olhar-irritado-meu).
 
Restou-me avaliar o cómico da situação, lançar uma gargalhada, levantar-me elegantemente, sacudir o pó das calças e fingir que nada aconteceu ( e que o meu ego-da-vaidade em nada foi beliscado).
 
É claro que fingir que nada aconteceu não foi de todo possível, todos os dias os meus colegas fazem questão de mo lembrar à hora do almoço enquanto nos dirigimos para o restaurante!!!!
 
@Um resto de uma boa semana
publicado por PrincesaVirtual às 22:34
sinto-me:

24
Jun 09

This film is about the hunger and poverty brought about by Globalization. There are 10,000 people dying everyday due to hunger and malnutrition. This short film shows a forgotten portion of the society. The people who live on the refuse of men to survive. What is inspiring is the hope and spirituality that never left this people.

publicado por PrincesaVirtual às 16:04
sinto-me:

19
Jun 09

 Há uma semana que terminei as minhas férias. Ou seja há aproximadamente uma semana que este post anda a enganar e a criar invejas a quem me visita (o que vale é que não são muitos e como tal a minha penitência é menor!). Quanto às ferias em si, não podiam ter sido melhor. Uma verdadeira canseira para o corpo, mas um descanso para a cabeça. Estas mini-férias de uma semana foi pelas cidades do interior de Espanha, aquelas que no Verão é impensável de visitar, uma vez que as elevadas temperaturas que ai se fazem sentir fazem-nos abandonar qualquer tentativa de nos aventurarmos à descoberta, das cidades calmas e antigas dos séculos passados, dos jardins nobres e reais plantados à beira do rio Tejo, ou mesmo dos palácios e catedrais que para além de serem um deleite à nossa visão, se encontram tão bem conservados. Assim desfilei (sim que não me esqueço que sou uma Princesa…) por Cáceres, Aranjuez, Cuenca, Guadalupe, Segóvia, El Escorial, Vale dos Caídos etc etc e ainda pelos arredores de Madrid, acabando por visitar o parque temático da Warner Bros… Deixo-vos algumas fotos dos locais por onde passei, apenas uma trilha do bonito pais que é Espanha… Um aspecto curioso é que quando estava a dar a volta pelas minhas fotos reparei que me me sinto claramente arrastada, para as portadas antigas, janelas com canteiros floridos e candeeiros antigos …passei o tempo a registar esses pormenores o que não deixa de ser curioso, porque há uns anos atrás eventualmente passaria os olhos, pensaria «nice» e focaria a minha câmara em algo, assim mais claramente e indiscutivelmente soberbo e bonito…

Depois de vos dar a conhecer a «little piece» das minhas vacances, queria partilhar uma coisa que se passou nestas férias. Como disse eu visitei o parque temático da Warner Bros em Madrid, sendo que já conheço outros idênticos e como tal afirmo sem qualquer dúvida que claramente a maior parte dos divertimentos desses parques aterrorizam-me, ou eventualmente deixam-me maldisposta. Passo a explicar, não sou propriamente uma 007 ou uma Indiana Jones…as minhas aventuras, não passam por situações radicais. Sendo que para mim radical é tudo o que me arranque do chão e me vire ao contrário…se o chão estiver no tecto e o tecto no chão…o meu pânico é generalizado!!! Quando vou a esses parques indubitavelmente sou arrastada para essas situações pelo menos uma vez ou duas…sendo que em muitas delas sou claramente ludibriada, pelos comentários então tu não vês aqueles miúdos pequeninos que também vão??? Ou então… ò Princesa isto é para miúdos de 1,20m… etc etc Desta vez a excepção não fugiu à regra e assim que entrei fui «arrastada/empurrada/obrigada» a entrar numa daquelas agradáveis montanhas russas…era uma pequenina (diziam eles) e com mais uns argumentos que escrevi acima lá me resignei e sentei-me na carruagem.

 

Passo a descrever os meus sentimentos:

 

1º Primeiro impacto : sou trancada e penso ai a minha santinha estou lixada….

 

2ª Impacto a subida a pique …. Há sempre uma primeira subida a pique, a minha perspectiva do céu começa a mudar e a gravidade já não é a mesma (o meu coração já vai a 300), passa 2 seg e o meu coração passa para 2000 batidas quando penso «elá a seguir a uma subida a pique há uma descida a pique!!!)…

 

3º Impacto a descida a pique … 1ª Pensamento: vou morrer … sinto uma sensação horrível na barriga … e penso não vou aguentar outra descida…consigo olhar em frente e vejo curvas e contra-curvas e subidas e descidas… e penso vais ter que aguentar…é aqui que resolvo gritar umas valentes asneiras (de qualquer das formas ninguém me ouve!!!)…

 

4º Impacto varias subidas curvas e contra-curvas e a expectativa (quase a certeza) de que o pior ainda não passou (há sempre uma porcaria de uma surpresa nestas coisas)… Penso : ok descontrai-te faz como nos filmes levanta os braços e faz 1 sorriso pode ser que passe... não resultou começo-me a sentir enjoada…resolvo gritar novamente uma data de asneiras e alto… (mais uma vez ninguém me ouve…!!!)

 

5º O Fim …Passou-se algo…não sei o que foi. Resultado não faço a menor ideia onde está o chão, o céu, a minha direita e a minha esquerda…estou E_N_J_O_A_D_A!!!! Saio com as pernas a bambolear e maldisposta…

 

Posso-vos dizer que ainda andei em mais umas coisas radicais, que fugi duma a meio do processo quando ouvi uma Espanhola a descrever que era uma casa que o tecto rodava e o chão mexia…mas acabei por ir parar à casa maluca…afinal a Espanhola (tenho que começar a pensar em ter aulas de espanhol) não falava daquele divertimento mas de outro em que entrei incautamente…de qualquer das formas passei o tempo com os olhos fechados e e o corpo tão tenso que me doía os músculos quando sai…

 

Por isso peço aos mais corajosos a exemplo do que aqui descrevi a meu respeito, caros indianas Jones, 007´s, há na verdade razões para as pessoas não gostarem deste divertimentos…( vide acima descrição detalhada!!!). Como tal tenham pena dos vossos amigos, dos vossos familiares, das namoradas, amantes, mulheres e afins…

 

Desejo-vos um bom fim de semana :)

publicado por PrincesaVirtual às 11:07
sinto-me:

06
Jun 09

Mas agora vou de fériassssssssss....

publicado por PrincesaVirtual às 00:42

19
Mai 09

 

 

Sou uma refilona-exigente e assumida!
 
Tenho uma exigência particular com uma coisa (ok com várias coisas).
 
Uma delas chama-se «Petit-Gateaux»…o bolinho que tenho na foto deste post.
 
Este bolinho que por acaso aqui esta menina também sabe fazer, tem uma peculiaridade (para mim) quando chega a parte de o saborearmos, que é o imenso deleite a que me dou e que se traduz em diversas formas de prazer:
 
  • A  primeira é o prazer de recebermos o bolinho inteiro no nosso prato com uma ou duas bolas de gelado de nata salpicado de canela,
  • Depois o prazer de com um garfo cortar o bolinho paulatinamente, serenamente e docemente para não o desmanchar;
  • Seguidamente contemplar o chocolate quente a fluir até ao preciso momento que circunda a bola de gelado ,
  • e então o culminar da satisfação com os olhinhos a brilhar esta Princesa apanha gulosamente o gelado fundido com chocolate quente e um pouco do bolinho e levo-o à boca …é simplesmente…
  «ORGÁSMICO»!!!!
 
Bem depois de vos descrever a minha relação com o «Petit Gateaux» julgo que perceberão a minha reacção num dos muitos jantares numa pizzaria que fica nas redondezas do meu palácio e que por acaso serve esta pequena delicia.
 
Num desses jantares pedi 1 «petit gateaux» à empregada uma rapariga nova, daquelas que não são nem pouco, nem muito simpáticas, nem pouco, nem muito eficientes e nem pouco, nem muito inteligentes…do tipo que dá para sobreviver prazenteiramente a um jantar.
 
O jantar tinha corrido bem até ao momento…com os nem muito…nem pouco… da moça e estava confiante que sairia dali incólume.
 
Passado uma boa meia-hora (o que já me estava a fazer umas borbulhinhas de irritação na barriga, que sim a minha irritação é crescente e começa com uma sensação na barriga…coisas de Princesa), lá vejo a moça a vir com o pratinho na mão e supus eu que trazia o meu «petit-gateaux», até do nome do bolinho gosto, faz-nos fazer aquela boquinha sensual dos franceses…mas adiante que o tema é outro.
 
A moça tal como previsto aproxima-se da mesa e pousa o «petit-gateaux» e que vejo eu???!!!! O meu bolinho que me faz fazer boquinha sensual quando o pronuncio, tinha sido adulterado, corrompido, denegrido…aquilo não era um «petit-gateaux»!!! Aquilo era uma massa disforme de um bolo espapaçado…ao lado de duas bolas de gelado! Depois do choque inicial antes que a «moça-que-não-era-pouco-nem-muito» se afastasse e contendo a irritação perguntei:
 
-Acha que isto é sobremesa que se apresente a uma Princesa (cliente)?
 
A «moça-que-não-era-pouco-nem-muito», e que vim a descobrir que afinal até havia ali muito de qualquer coisa…torceu o narizito, apontou o nariz para o teto e respondeu:
 
-Ora isso na barriga também se mistura tudo!!!!
 
Entornou-se o caldo, tive que saltar para as xanatas (eu uma Princesa), colocar a mão na cintura e explicar à «moça-que-afinal-era-pouco-inteligente», que se eu quisesse comer mousse de chocolate, mandava pedir mousse, que queria lá saber das misturas que ela fazia na barriga ou boca e que eu queria era o meu «petit-gateaux» direitinho no meu prato!!!
 
E tive…o meu petit-gateaux lindo e bonito no meu prato !
 
Agora não percebo porque razão sempre que eu depois deste pequeno precalço peço um  «petit gateaux» e especialmente sempre que estou com a companhia que tinha nessa noite fatídica, quase que levo caneladas debaixo da mesa e começa tudo a segredar em uníssono «Princesa se vier esborrachado nós comemos» !!!!
 
Pfffff há gente que gosta mesmo de ser mal servida...
 
 
@ Uma boa semana da parte da PrincesaVirtual

 

publicado por PrincesaVirtual às 18:40

06
Mai 09

 

 

 

Hoje fui à feira do livro…sendo que estava um calor infernal. Mas já tinha decidido que parte da minha hora de almoço seria a «cirandar» (gosto desta palavra) pelos livros e como tal heroicamente enfrentei o calor.
E consegui dar meia-volta à feira, a outra meia volta guardo para outro dia, que corria o risco de desfalecer e não ficaria de todo bem uma Princesa desfalecer assim no meio do parque Eduardo VII. Sendo que os príncipes (aqueles que salvam as Princesas de apuros) àquela hora eram escassos e via-se mais tipo «Ogres»….
Bom, mas adiante o que eu queria mesmo partilhar convosco era um livrinho que me decidi comprar para a minha Princesinha.
O titulo é «Tudo o que sempre quiseste saber sobre o período», o titulo pareceu-me sugestivo, a capa colorida  e atractiva com uma boneca aos saltos muito contente.
Quando cheguei ao escritório comecei a passar as páginas e a ler as gordas. Passo a transcrever alguns trechos, que me merecem alguns comentários:
 
…« Por vezes apetece-me gritar. Só tenho vontade de me trancar no quarto, sinto-me horrivelmente mal e detesto tudo e todos.»…  PV : Hãnnnn???!!! Então agora ter o período vais justificar estas palermices de teenager????
 
«Toda a família sabe que a mãe vai ter o período quando ela começa a andar irritada …» PV: Isto também não é assim!!!. Toda a família sabe, os colegas do trabalho, o senhor onde bebo café, o motorista do autocarro, a D . C (a minha empregada doméstica) e qualquer transeunte mais incauto que se atravesse no meu caminho!!!!! …
 
«Nunca esquecerei o meu 1º encontro. Fomos ao cinema e… já perceberam…veio-me o período. Corri para a casa de banho, lavei as minhas cuecas e tentei secá-las. Claro que depois, não tinha moedas para tirar um penso da máquina e vi-me obrigada a ir pedi-las ao Steve. Ele foi bestial, o que nos aproximou ainda mais. Claro que continuamos a sair juntos.» PV :Hãnnn??? Hãnnn??? Sim, estou mesmo a ver as teens todas a lavarem cuecas nas casa de banho e depois a pedirem dinheiro ao seu «date» para um penso higiénico da máquina, assim como quem diz olha tens uma moeda para tirar uma coca-cola da máquina??? … Claro que aquele seria um momento romântico!!!!…Vou ter que riscar esta parte…os homens são uns palermas a vida toda com este tipo de coisas ,mas na fase teenager…valha-me deus qualquer situação desta seria o mesmo que a rapariga colocar um carimbo na testa de tó-tó!!! Vamos tornar isto numa coisa simples, mas também não é preciso exagerar!
 
«o meu pai ficou realmente contrariado quando comecei a ter o período, porque sentiu que eu já não era uma criança e podia-me entusiasmar-me e ficar grávida»…PV: Sim estou a ver, pelo que me lembro dos tempos longínquos, quando me apareceu o período o meu pai não me pareceu nada contrariado. Foi a minha mãe que contou ao meu pai. No outro dia quando almoçávamos o meu pai disse «Princesa, come muitas folhas de alface que isso faz-te muito bem» e tinha um sorriso de orelha a orelha, lembro-me que enquanto morria de vergonha e ficava vermelha da cabeça aos pés, pensei se o meu pai achava que pelo facto de me ter aparecido o período isso fazia de mim alguma coelha!!!!
 
 
«quando dizia que chegava à meia noite, chegava à meia-noite; quando dizia que chegava à uma, chegava à uma, e assim sucessivamente. Uma noite perguntaram-me a que horas chegava e disse que chegava às quatro. PV:E eles disseram que estava bem!» Ahhhh sim … claro…mas isso para ai aos 30 e tal anos não??? !!!! (esta parte não me agrada nada que a Princesinha Leia…vai levar com corrector também!!)
 
Depois vem o capitulo das sensações sexuais e da masturbação … PV: Aqui só me resta um comentário, vou ter que me preparar para as perguntas!!! Já estou a ver as «teens» de livro aberto a seguir as instruções…que raio isto não era qualquer coisa que descobríamos sozinhas, sem manuais de instrução???!!!
 
Depois vem o capítulo conhecer os rapazes… blá blá e a páginas tantas aparece isto:
 
…é frequente uma rapariga ter o seu primeiro fraquinho por uma outra rapariga, especialmente se andar numa escola só de raparigas e conhecer poucos rapazes… PV:Quêeeeeeeeeee????!!! Alto e pára o baile que eu andei durante muitos anos num colégio só de meninas….e antes morrer seca e chupadinha a olhar para uma outra rapariga!!! .
 
… apesar da igualdade entre homens e mulheres, continua a ser um facto que, na generalidade, é o rapaz quem convida a rapariga para sair e é ela quem decide… PV:Gostei da parte é ela quem decide !!!
 
 … dar um linguado é deixar que a língua do namorado entre na nossa boca, ou vice-versa…sobre isto não há regras..» PV: Bonito! E agora onde fica as minhas advertências sobre micróbios e porcarias que se pega com os beijos com «cuspe»????!!!
 
Capitulo do sexo… PV:quanto a este capitulo nada tenho a acrescentar parece-me muito bem
 
«sexualidade tem uma força poderosíssima e muito embora possas considerar que são suficientemente adultos para a controlarem, até mesmo as pessoas adultas e com mais experiência descobrem que podem ser ultrapassadas pela força destas emoções…
 
«deves insistir sempre com ele em que usar preservativo como forma de se protegerem contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo vírus da SIDA. Se ele não o usar manda-o dar uma VOLTA»…
 
Nota Mental nº 1 da PrincesaVirtual : Ler melhor o livro antes de entregar à Princesinha e utilizar corrector sem medo e sempre que necessário…
 
Nota Mental nº 2 da PrincesaVirtual : Procurar um livro sobre dicas para mães de pseudo-teenagers e teenagers
 
Uma boa semana para todos da vossa @PrincesaVirtual
 
 
publicado por PrincesaVirtual às 15:51
sinto-me:

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28


Mais Musica
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Os Fru-Frus que tocam...
Quem está agora a ver os Fru-Frus...
blogs SAPO