Sem Fru-Frus nem gaitinhas o mesmo será dizer que se lixe o «politicamente correcto»... Let the show go on!!!!

03
Dez 06

Estava aqui pensar numa coisa que ouvi …
Algo que me provoca uma sensação de irritação na barriga.
Já me disseram algumas vezes que nunca abordo o tema do «sexo» explicitamente. É verdade… Mas não por ser uma princesa «apudorada», mas porque considero que há temas que ou sabemos abordar, falar e escrever, ou então o melhor será ficar quieto, neste caso quieta!!!
Digamos que gosto de falar de sexo (explicitamente e claramente…) quando acho que seja minimamente vantajoso para ambas as partes interessadas (aqui tenho duvidas quais as vantagens e especialmente que partes estariam potencialmente interessadas) …
Delicio-me a ler e ouvir quem o sabe fazer com mestria, mas diria que são poucos…
E não tem que ser propriamente uma abordagem séria, poética e científica, diria que a brejeirice inteligente pode ser uma forma interessante e divertida de o fazer…
Detesto as frases «carrasqueiras», forte e feias… que acaba sempre por deturpar uma das coisas que mais prazer dá (e deu) aos homens e mulheres. Sim porque já as pinturas rupestres desvendam muitas das malandrices praticadas na Era das Pedras…
Depois há a teoria da evolução, macacos, homens, mulheres…blá blá e chegamos ao SEC.XXI .
Neste momento devem estar a pensar… Uauuu a Princesa perdeu-se na ERA dos Pedragulhos e já não sabe sobre que queria falar.
ERRADO…se pensou assim definitivamente é HOMEM!
ORGASMOS! Exacto é sobre isto que quero falar…
Porque? Porque numa conversa com uns amigos (machos) ouvi algumas coisas verdadeiramente irritantes e às vezes nas conversas com as amigas oiço outras verdadeiramente estupidificantes…
Começando pelos ORGASMOS do passado sobejamente conhecidos dos homens, aliás tratavam-no por tu enquanto coçavam os «tin-tins» (perdão pelo termo cavernoso mas foi a imagem que me veio à cabeça e ainda uma outra de um palito preso entre os dentes) e desesperadamente (pudicamente) desejado pelas mulheres!!!
Aqui começa o meu dever em prestar um serviço público, ou seja visualizo as vantagens e as partes interessadas, o que me permite falar à vontade (explicitamente) sobre o tema.
Porquê??? Porque descobri que em pleno SEC XXI ainda existem homens e mulheres das cavernas!!!
 
No passado diria que seria quase um tabu as mulheres desejarem-no, hoje em dia diria que é algo que elas (a maioria) não pretendem que lhes passe ao lado.
E onde me leva isto tudo???
Ás famosas frases (da ala masculina) sobre as mulheres fingirem «orgasmos», quase como se lhe colocassem uma estampa na testa ditando «Incapacitada de ter orgasmos»!!!
Ora caros senhores poupem-nos!!!
Eu diria que poderíamos trocar a estampa e colocar algo parecido com «Parceiro incapacitado de a levar a ter um orgasmo».
Porque fingem as mulheres os orgasmos?!! Será que a minha mulher finge orgasmos?!!!
Estas são as perguntas que mais afligem os homens.
Diria na minha modesta opinião que não existe apenas uma resposta.
Pegando na primeira «porque fingem as mulheres os orgasmos?» passo a dar algumas respostas:
 
  • Porque os amam profundamente (até um estado estupidificante) e não lhes conseguem dizer «Querido tu és bom em muita coisa, mas olha que mapas não são o teu género»;
  • Porque eles se acham os maiores e seria impensável falar no assunto sem que lhe colocassem a sua posição de «macho-man»  em questão;
  • Porque a essas mulheres nunca ninguém lhes explicou que sexo não é meramente um acto «fisiológico» do parceiro;
 
Etc, etc…
 
….
 
Estas poderão ser algumas das respostas. E quanto à outra pergunta «Será que a minha mulher finge um orgasmo?!!!» Julgo que esta só poderá ser respondida com uma contra pergunta:
 
Quando foi a ultima vez que lhe fez essa pergunta?!!!
 
Se há coisa que me irrita profundamente é supor que há Homens do SÉC XXI  ( e que os há…há!!!)  que proferem frases do tipo:
 
- Quero lá saber se ela finge o orgasmo ou não, chego lá da mesma forma!!!
 
Mas o que me irrita ainda mais são as mulheres do SEC. XXI que o aceitam passivamente fingindo uns «orgasmositos» em vez de darem um valente pontapé nos rabiosques desses «macho-man».
 
Acho que da próxima vez que for ali ao lugarzinho da esquina, onde vão todas as senhoras da outra geração e dos outros Séculos (sim onde eu vivo ainda existem mercearias pequenas e de bairro) e quando as ditas senhoras estiverem todas a comentar (mais uma vez!!!), que os jovens de hoje em dias se divorciam todos com muita facilidade, que as mulheres já não sabem agarrar um casamento, que não tem cabeça, que não pensam nos filhos, que não tem maturidade …talvez eu responda… « Na, na o que não tem é ORGASMOS!!!».
Bom, na verdade o mais provável é colocar um sorriso idiota na cara e sair é que o lugarzinho da esquina dá sempre jeito para as emergências!!!
 
Bom mas isto sou eu a pensar, sobre as conversas que oiço e tenho…
 
@ Com os melhores cumprimentos da Princesa Virtual
 
 
publicado por PrincesaVirtual às 18:48
sinto-me: Irritada com ELES...

Princesa, é dificil comentar este texto. Em primeiro lugar porque foi escrito numa cor intensa, cuja intensão deverá ser baralhar os neurónios das pessoas, depois porque o escreveste de uma forma tão crua que chega a ser cruel!

Pois de facto tens razão em muitas das coisas, e se as mulheres são algo culpadas por terem tornado os homens nuns estupidos, estes são ainda mais culpados porque sabendo-se estupidos não têm a capacidade de mudar!

Dou-te a minha opinião pessoal. Para mim uma relação sexual só tem interesse se ambos tiverem orgasmo, e se por uma ou outra condicionante a mulher não conseguiu pela via da penetração, então o homem tem a possibilidade (eu diria "obrigação" mas é capaz de ser forte) de se socorrer de todos os meios disponiveis para dar à sua parceira o prazer que ela mereçe!

O estranho é que haja ainda homens que se julguem tão macho que pensem que o orgasmo masculino é o ponto alto do seu prazer. Se calhar porque nunca viram uma mulher a ter um orgasmo, a ficar descontrolada, e sentir-se verdadeiramente desprendida. E quando eu falo em desprendimento, esse conceito não tem de ser forçosamente linguagem ordinária (embora possa sê-lo) gritos que abafem os sinos da igreja (embora possa sê-lo) ou outras manifestações mais ou menos sonoras, falo do desprendimento que se sente quando a mulher cai para o lado e até fica em silêncio com um sorriso desenhado na boca!

Mas infelizes dos homens que o desconhecem... o sorriso!

(desculpa o comentário extenso)
Vitor a 4 de Dezembro de 2006 às 12:55

Caro Victor,

a côr...é cor de menina :D ... cruel??? mau querem lá ver que agora ainda me colocam o cognome de CRUELA...well quanto ao resto como o menino conhece o «sorriso», fico-me por aqui :D

Beijinhosss :)
PrincesaVirtual a 6 de Dezembro de 2006 às 10:08

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
blogs SAPO