Sem Fru-Frus nem gaitinhas o mesmo será dizer que se lixe o «politicamente correcto»... Let the show go on!!!!

11
Dez 06

 (Pai Natal tem que escolher melhor as suas renas!!!)

Gostaria de voltar a ser menina este Natal, para voltar a sentir aquela emoção que apenas as crianças sentem…
Sempre tive presentes de natal, mas o Pai Natal nunca foi tão generoso comigo como o é agora para a maioria das crianças…ou pelo menos para as crianças felizardas, nunca me esqueço que ainda há crianças em Portugal que nunca receberam uma prenda.
Na minha casa fazíamos uma árvore de natal e um presépio com musgo verdadeiro.
Lembro-me de irmos os quatro, eu, o meu irmão e os meus pais até ao fundo da nossa rua onde se estendia um pinhal (que foi dizimado em prol de uma auto-estrada e betão…betão…) e ai apanhávamos o musgo e colhíamos a nossa árvore de natal…
Ainda hoje mantenho a tradição de fazer na minha casa um presépio com musgo verdadeiro, com lagos, pontes, moleiros, castelos, igrejas, pescadores, lavadeiras, músicos etc…etc… e está claro a sagrada família.
Descobri uma casa no areeiro que vende aquelas figurinhas de presépio (toscas) que fazem parte dos meus natais passados…
Do meu Natal também fazia parte o cheiro do Pinhal…lembro-me do cheiro da terra húmida…
A minha mãe fazia o pão-de-ló, os fritos de natal , arroz-doce … e o cheirinho da canela invadia-nos…
Ahhhh e os natais dos hospitais…era um momento importante!!!! Fazia parte da quadra…
O Pai Natal não existia…quem era REI na minha casa era o menino Jesus. Não me lembro qual a explicação para que os presentes aparecessem na chaminé…hmmm talvez o menino Jesus na altura fizesse o «dirty Job» … depois bem mais tarde quando eu já era crescidinha, passou-se (cansou-se) e chamou o Pai Natal.
Lembro-me que os meus pais na Noite de Natal mandavam-nos para a cama relativamente cedo e nós nesse dia não reclamávamos, aliás desejávamos que a noite passasse rápido… por nós nem deveria existir a noite de 24 de Dezembro….
Depois de madrugada eu e o meu irmão levantávamo-nos e corríamos para a chaminé…e quando víamos as nossas prendas o nosso coração rebentava de alegria.
Penso no que poderia ter acontecido se um dia não tivéssemos as nossas prendas…julgo que o nosso coração se partiria em pedacinho pequeninos e ainda hoje andaria à procura de alguns deles…
Era puro êxtase e uma alegria profunda o que sentíamos.
Geralmente tinha no sapatinho chocolates, uma boneca e um livro.
Adorava o cheiro das minhas bonecas novas, dos livros….
Tem piada que ainda hoje sinto esse cheirinho.
Lembro-me de tocar nos meus brinquedos com puro deleite…
Continuo a gostar do Natal, apenas tenho pena de não ter mais tempo para os prazeres Natalícios…
 
Caro Pai Natal se por acaso tiver a ler este meu «post» gostaria de o de relembrar que aprecio imenso:
 
-botas (mas escolho eu!!)
-perfumes(este pode escolher o Pai Natal!!!)
-anéis (adoroooo!!!)
-pulseiras (pode escolher…)
-Roupa (mas escolho eu!!!)
-Livros (peça ajuda na livraria…na duvida traga um best-seller)
….
 
Caro Pai Natal pelo sim, pelo não guarde o talão das compras. E sim…tenho me portado muito bem este ano :D
 
Pelo sim pelo não… ;)
 
@PrincesaVirtual
 
PS Pai Natal só mais uma coisinha não quero utensílios de cozinha, nem electrodomésticos e coisas afins, nem paninhos, naprons, nem mantinhas…e um par de meias está fora de questão!!!

publicado por PrincesaVirtual às 11:11
sinto-me:

comentários:
Pelo sim pelo não convém por os pontos nos i's!
Li o teu post e deliciei-me! Fpi como se estivesse a fazer uma viagem ao passado! Eu e os meus irmãos, os que crescemos juntos (os outros são bastante mais velhos) também íamos buscar o musgo às paredes. Sim, na nossa aldeia era fácil encontrar musgo em qualquer parede de rua! E depois fazer o presépio era uma verdadeira obra de arte à qual a nossa mãe nos dava uma preciosa ajuda! Eu continuo a ír a casa pelo Natal... já não é bem a mesma coisa, mas a minha mãe continua a ter o presépio (embora bem mais pequeno), nem que o faça no dia em que chego.
E os presentes, também os meus eram trazidos pelo Menino Jesus! Nunca nada de extraordinário mas sempre amigo! E apareciam no sapatinho...
Era tão bom o Natal!!!!
Este ano na minha casa ainda não cheira a Natal, mas mais importante que a árvore é o presépio que nunca falha (embora o meu principal já tenha vindo construído, mas tem musgo!!!)
Obrigada pelas lembranças Princesa!
Beijinhos
Lurdes a 12 de Dezembro de 2006 às 13:17

Ora essa Lurde...obrigado pela tua visita sempre tão agradável :)

Beijinhos :)
PrincesaVirtual a 12 de Dezembro de 2006 às 22:15

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO