Sem Fru-Frus nem gaitinhas o mesmo será dizer que se lixe o «politicamente correcto»... Let the show go on!!!!

05
Fev 07

SIM porque acredito convictamente que a despenalização da IVG será um passo para a vida, dignidade e felicidade da maioria das mulheres e famílias que a isso tem que se sujeitar…
 
SIM porque acredito que nenhuma mulher fará de uma IVG um meio de contracepção é demasiado doloroso e violento, para que isso possa passar pela cabeça de alguém…
 
SIM pela vida (este sim não é pelo aborto!)...
SIM porque sei que numa situação de limite e desespero em que tivesse a certeza de que a única coisa que poderia dar a um filho meu, seria apenas o acto de o parir, o faria…
 
SIM porque detesto esta falsa hipocrisia de ver colocado (especialmente AGORA!!) nas carruagens do metro, paredes etc etc… panfletos de ajudas a mulheres que estejam grávidas…
 
SIM porque não suporto que o NÃO me enfie pelos olhos as estatísticas dos abortos efectuados em Espanha, quando nós nem estatísticas conseguimos ter dos números de abortos clandestinos praticados e das mulheres que padeceram em Portugal…
 
SIM …SIM…SIM… porque  SIM
 
Não posso deixar de transcrever uma carta (que recolhi do blog http://cidadaniapelosim.blogspot.com/)  e que foi noticia nos media. Carta esta enviada nas mochilas das crianças dos infantários «A Nuvem» e «Aquário» , sendo o Centro Paroquial da Anunciada responsável pelos mesmos. A mesma ia acompanhada por propaganda da Associação de Médicos Católicos, da Associação dos Enfermeiros Católicos e de outras instituições ligadas à Igreja.
 
Esta carta foi divulgada por algumas mães que acharam que isto mais não era que uma espécie de «terrorismo».
 
Acima de tudo SIM ao esclarecimento!!!!
 
 "Querida Mamã. Apesar de tu não teres querido que eu nascesse, não posso deixar de te chamar "Mamã". Escrevo-te do mundo do além, para te dizer que estava muito feliz quando comecei a viver no teu seio. Eu desejava nascer, conhecer-te. E pensava que um dia seria uma criança muito alegre. Mas tu não pensavas como eu, não é verdade Mamã? E um dia, quando estava tão feliz a brincar no mais íntimo das tuas entranhas, senti algo muito estranho, que não saberia como explicar: algo que me fez estremecer. Senti que me tiravam a vida. Uma faca surpreendeu-me quando eu brincava feliz e quando só desejava nascer para te amar"
 
@Com os melhores cumprimentos da vossa (salvo seja) Princesa Virtual
publicado por PrincesaVirtual às 15:16
sinto-me:

comentários:
Perdi o rasto da Princesa mas agora que a encontrei novamente não largo :) Prometi a mim mesma que não seria mais uma a opinar sobre o tema porque isso já toda a gente faz e depois vamos ver no dia D e metade dos que opinaram não foram às urnas. Mas esse caso eu tenho que comentar. Como é que é possível usarem os miudos como veiculo de mensagens deste género? E não estou indignada por ser pertencente a movimentos de apoio ao Não, até podiam ser do Sim. Não faz sentido nenhum envolverem as crianças vsito que não é a elas que a campanha se dirige. São pequenos demais para entenderem a dimensão da questão em causa. Eu ponho-me na pele dos pais dessas crianças e sinceramente não ia gostar nada se encontrasse na mochila dos meus filhos uma carta desse género. Beijos grandes :)
izzyta a 5 de Fevereiro de 2007 às 19:29

Olá Isabel ainda bem que voltaste :D

Condordo com quase tudo o que mencionas, independente do movimento SIM ou NÃO é de facto infeliz esta atitude.

Beijinhos
PrincesaVirtual a 6 de Fevereiro de 2007 às 09:58

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO